quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Saúde de corpo e alma

 
Tenho andado desaparecida daqui, é sempre assim todos os anos, a vida parece passar depressa demais, e lá por casa a seguir às férias, sinto a vida tropeçar, entre uma e outra novidade, parecem pedras num rio que vamos saltando, saltando, até chegar ao outro lado.
 
É o começo das aulas, o recomeço das rotinas, dos trabalhos de casa, do trabalho no escritório, das crónicas no blog, dos mimos redobrados, para tentar compensar a falta de tempo, do aniversário do David, do Natal que se aproxima, logo seguido da passagem do ano, e os anos do Diogo, costumo ainda aprimorar o dia dos namorados e por fim.... descanso....
 
Às vezes não tenho a certeza se é mesmo descanso, se exaustão, e neste Inverno deste ano, tão frio como nunca me lembro de ser, ainda está a ser pior, e tenho neste momento todos os homens da casa doentes e eu continuo de pé e exausta.
 

Foi mais ou menos assim em tom de desabafo que conversei com uma boa amiga, que me convenceu (confesso que não foi nada difícil) a dar a mim mesma uns mimos valentes, a tirar um momento de descanso, um momento só para mim.


Lá fui eu embarcar nessa aventura de dar uma prenda a mim mesma, coisa que não fazia há imenso tempo, mas afinal até estou quase a fazer anos e....


O ambiente é encantador, mesmo à minha medida, já conheço bem parte deste espaço, é lá que confio as minhas mãos, que adoro ver arranjadas e tenho zero jeito para o fazer, a outra parte, é um recanto calmo e sereno, parece pairar no tempo, e tal como vos disse, deixei-me embarcar.

 
Desci as escadas conversei um bocadinho com a S. que sugeriu a massagem ideal para mim, como tenho má circulação e preciso relaxar, uma massagem de 1hora que incluía drenagem linfática e várias técnicas de relaxamento.
 
 
A hora passou a voar, e eu adorei, a musica, o ambiente, o aroma, a massagem, suave e relaxante, tive de me obrigar a sair, porque por mim lá tinha ficado a tarde toda a dormir.
 



Saí de lá revigorada, senti-me como nas nuvens, e assim no meio do meu dia, encontrei uma maneira de fugir, ali não fui a mãe, ali não pensei em nada, ali simplesmente deixei-me mimar.


E quanto à minha má circulação, bem aquela drenagem, fez a minha tarde ficar bem animada, com inúmeras idas ao wc.... Pelo menos vou tentar ir uma vez por semana, porque mimos há muitos lá por casa para todos os meus rapazes, mas eu também tenho direito, e as minhas perninhas merecem tanto como eu!


Se quiserem experimentar visitem a Saúde Corpo e Alma, porque a saúde se trata de várias maneiras e uma alma feliz é mesmo muito mais saudável.

Aqui ficam alguns contactos e não se esqueçam mimem-se porque vocês merecem e a saúde agradece!

Saúde Corpo e Alma obrigada por este momento parado no tempo, obrigada do coração. Até para a semana!

saudedecorpoealma@gmail.com
218064122 / 919125191

A Drenagem Linfática Manual é uma técnica de massagem que promove a circulação linfática, de forma a ajudar o metabolismo a eliminar as toxinas, sendo uma das suas acções desintoxicantes. Esta técnica de drenagem auxilia a melhorar o sistema imunológico, visto que esta repleta de anticorpos. A linfa inserida nos vasos linfáticos por vezes não consegue ser filtrar as impurezas do sangue, ocorrendo um bloqueio, a este “estado” é originado a chamada retenção de líquidos. A retenção de líquidos provoca inchaço, dor e por vezes edemas e ainda em determinadas zonas origina celulite.

Como é realizada? A drenagem linfática é realizada com manobras manuais de pressões suaves, como bombeamentos, movimentos circulares, sempre no sentido dos gânglios linfáticos. No entanto, primeiramente desbloqueia-se as “portas” onde estão inseridas os maiores gânglios do corpo (de cima para baixo), e realizam-se as manobras da drenagem linfática de baixo para cima, sem nunca provocar dor, e com pouca pressão e com precisão dos movimentos.

Benefícios: A massagem de drenagem linfática manual tem ótimos resultados para as pessoas que tem retenção de líquidos e inchaço, devido ao seu efeito drenante e desintoxicante. Indicada para as pessoas que têm as pernas cansadas e inchadas nas quais podem surgir edemas, varizes ou hematomas. Auxilia também na redução de celulite e gordura, sendo seu efeito adelgaçante e é especialmente recomendada para pós-operatórios e recuperação de cirurgias de estética.

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Bolo tanque


Faltavam alguns dias para a festa e estávamos a ver ideias no pinterest, a festa deste ano teria o tema escolhido pelo aniversariante, todos os anos e festas lhes dou esse privilégio, como tal o meu Diogo tinha escolhido os Invizimalz e até aqui tudo bem, eu até confesso que estava aliviada, bem... "não há muita coisa dos Invizimalz, escolho o esquema de cores e faço algo simples, com balões, alguns Invizimalz fica a festa feita em três tempos...."

Estava o papá pirata sentado no outro sofá a pensar na vida dele e diz em voz alta: "o que era giro era uma festa de tropinhas!"

Olhei rapidamente para ele com aquele olhar que manda farpas... mas foi tarde demais, dois piratinhas entusiasmadíssimos começaram a delirar com a ideia, ultimamente todas as suas brincadeiras são construções de cenários de batalhas gigantescas que ocupam o quarto inteiro, batalhas de tropinhas e dragões, contra piratas, dinossauros e até gormittis e animais....

Era tarde demais, diz logo o Diogo: "mãe procura aí bolos da tropa!" e pronto... parecia já estar tudo estragado quando o papá pirata volta a falar em voz alta ignorando todos os meus olhares cheios de farpas: "podias era fazer um tanque! era fácil!"

E este foi o inicio de uma noite muito mal dormida para alguém que a poucos dias de uma grande festa teve de repensar tudo de novo.... enquanto os outros 3 dormiam descansados eu pensava e repensava o que iria preparar e como conseguiria fazer o fácil bolo....

Escolhi um bolo simples cuja receita não me deixa ficar mal, o bolo de iogurte, e decidi experimentar fazer um bolo com surpresa, por dentro seria camuflado.

Bolo de Iogurte
  • 1 copo de iogurte
  • 2 copos açúcar
  • 4 ovos
  • 3 copos farinha
  • 1 c. chá cheia de fermento
  • 1 copo de óleo (podem substituir por curgete ralada ou 1 c sopa de azeite e o resto leite)
A receita é simples e não tem nada que saber, para fazer o camuflado fiz a receita duas vezes, a 1ª vez dividi o preparado em duas tigelas, numa deixei ficar assim o creme amarelinho e na outra juntei cacau em pó para ficar castanho.
 
Repeti a receita e juntei corante verde e assim fiquei com 3 tigelas de cores diferentes.


Depois com muita paciência e os meus ajudantes, cada um com uma colher e a contarem cada movimento, fomos colocando colheradas diferentes até formarmos este padrão camuflado


E assim nas três formas foi ao forno, fizemos figas e....


Quando ficaram prontos comecei a cortar a forma perfeita para fingir que era um tanque e quando começo a cortar ...

 
não imaginam o berreiro que foi lá em casa, parecíamos uns malucos, a prova estava superada... ou não... de facto faltava juntar tudo... mas o bolo estava "camuflado"...
 

E assim os ajudantes saíram da cozinha e deixaram uma mamã atarefada estender a sua pasta verde, estendi, estendi, embrulhei cada pedacinho, comecei a colocar as rodas e as lagartas e chamei os piratinhas.
Foram eles que me ajudaram a colocar o resto e a escolher o tropinha perfeito para o nosso bolo que afinal era fácil.


Teve um destaque muito especial na nossa festa e fez as delicias dos miúdos e principalmente dos graúdos, a mim teve um gosto ainda mais especial, aquele gosto que vem do prazer e orgulho de sentir que superei as minhas próprias espectativas, que saí da minha "zona de conforto" se é que ainda tenho uma....de sentir que me superei, e que não há limites para uma mamã que ama assim.

Filhote obrigada por acreditares em mim.... e me fazeres sentir assim...
Papá pirata, da próxima vez que disseres estas coisas levas mesmo com alguma coisa na cabeça que só as farpas dos olhos não chegam... Obrigada por saberes que eu ia conseguir e puxares por mim
David obrigada pela ajuda meu mini master chef, hoje e sempre na cozinha com a mamã...


Bootcamp Party


A festa deste ano foi marcada por diversas surpresas, nem sei quem andava mais ansioso, mas quase que aposto, era eu.... uma prenda muito especial, um bolo sugerido pelo papá pirata com o argumento que seria "fácil" e uma festa que conseguisse bater a do ano passado.

Deixo aqui as fotos para verem tudo


As ideias vão surgindo, todos os dias vão crescendo e com elas a loucura em que se transforma a nossa casa

há pequenos pormenores que quase passavam despercebidos

 
há toalhas que chegaram de londres e caixas que já foram de vinho

há fotografias nossas em corpos que não são nossos a enfeitar o nosso quartel


 



o bolo abrilhanta a mesa



os balões e os casacos ajudam a fazer a festa


Tínhamos até armamento para todos



 
até a porta estava disfarçada
 
 

de noite o brilho era especial









e os convidados portaram-se a preceito


Parabéns meu querido Diogo que todos os anos possas ter a festa que desejas, com esta loucura que te faz tão feliz.

Adoro-te filho! Daqui até à lua e de volta até cá abaixo, até ao infinito e mais além!!!

sábado, 24 de janeiro de 2015

8


Depois de um dia atribulado, de um turbilhão de emoções e sensações, perto das 18:00 do dia 24 de Janeiro de 2007, no hospital Fernando Fonseca, nascia este bebé pirata e nascia com ele uma mamã e um papá.

Lembro-me de olhar para ti filho, de olhar para ti embevecida, apaixonada, incrédula pela perfeição e grandiosidade que é ver-te nascer de mim e pensar como fui capaz de conceber algo tão importante.

Tenho a certeza que um dia, daqui a muitos anos, quando recordar a minha vida e o que de melhor eu fiz, que este momento lá está. Porque lembro-me que nada na minha vida tinha tido até então esta importância, esta grandiosidade, esta perfeição.

A partir desse momento o meu mundo parou, a terra deixou de girar à volta do sol, o planeta passou a existir para ti, e eu também... a partir desse momento tudo passou a ser secundário, toda a beleza que eu tinha visto, não se comparava contigo, todo o amor que eu tinha sentido, não era nada em relação ao meu amor por ti. Nesse momento nasci novamente e descobri este amor que só se descobre assim...

A partir desse dia passaram a chamar-me de mãe, e é um grande orgulho ser a tua mamã, olho para trás e penso que passou depressa demais, e olho para a frente e espero que o tempo nos deixe abrandar...

A mamã é uma chata sempre a dizer que te adora mas é verdade, e às vezes tenho medo que não saibas isso e quero dizer-te isso vezes sem conta, como ontem:

C: "gosto de ti até à lua e de volta até cá abaixo e de volta até à lua e de volta até cá abaixo, infinitas vezes não sabes?"
D: (de sorriso matreiro e olhos malandros) "gostas de mim até à lua e de volta até cá abaixo, até ao infinito e mais além?"

Sorri e derreti-me seu piratinha lindo e malandreco que partilhas com a mãe a magia dos filmes Disney, e o toy story passa para a vida real com esta frase, e dou comigo quase a chorar a imaginar o meu Diogo como o Andy que cresce depressa demais....

Pelo menos ainda brincas com os teus brinquedos, ainda vimos esses filmes e vibramos juntos, ainda és o meu pequenino, eu sei que fazes hoje 8 anos, e já és muito crescido, mas.... ainda és meu....

E hoje é dia de festa e temos muitas surpresas para ti, hoje e sempre meu amor, que a vida te sorria e traga muitas surpresas boas e mimos a dobrar, pela minha parte cá estarei sempre e nunca te esqueças que te adoro tanto tanto..... ao infinito e mais além!


quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

pão/bolo paleo

 
Adoro comer pãozinho, se bem que só o como de manhã, mas adoro, nada como um bom pão com queijo e um chá quentinho, e porque não fugir do pão tradicional cheio de farinha de trigo? E porque não render-me à farinha de coco e amêndoa e deliciar-me da mesma maneira ou ainda melhor?
 
Sendo assim comecei uma longa pesquisa por vários blogs, o pinterest está uma verdadeira perdição com tantas fotos deliciosas de petiscos paleo, juntei várias receitas, encontrei o que tinham em comum e assim idealizei uma receita base que podem mudar à vossa medida e podem fazer vários sabores diferentes
 
Receita Base pão/bolo paleo
 

Sólidos
  • 2 chávenas farinha (farelo, linhaça, farinha coco, amêndoa, alfarroba, mandioca)
  • 1 c chá Bicarbonato de sódio
  • 1 c chá Sal

Liquidos
  • 6 gemas
  • 1 chávena água (ou leite de coco, ou iogurte, ou banana, batata doce, curgete, maça, pêra)
  • 1/2 chávena gordura (oleo de coco, azeite, manteiga….)
  • 1c sopa Mel

6 claras em castelo

  1.  Juntar os sólidos e pulverizar a pó, reservar.
  2. Juntar os liquidos e misturar bem
  3. Juntar sólidos e líquidos e reservar
  4. bater claras em castelo envolver no preparado
  5. Colocar numa forma forrada a papel vegetal
  6. Cozer a 180º durante cerca de 30 minutos.


Este pão da foto fiz apenas com batata doce, deixo os ingredientes abaixo listados, para a próxima vou juntar também canela na massa, eu e o meu Diogo somos fãs. 
 
E hoje ao pequeno almoço todos nos deliciámos com esta pequena maravilha, talvez seja uma ótima maneira de reduzir as farinhas aí por casa, fiz ainda outra coisa muito prática, juntei coco ralado, com amêndoa na bimby e pulverizei, fiquei assim com a minha farinha "paleo" que guardei num frasco de vidro, sempre que preciso a mistura já está pronta. Experimentem várias combinações vão ver que não custa nada comer melhor.
 
 
pão /bolo de batata doce (ingredientes)
 
  • 2 chávenas farinha (coco, amêndoa)
  • 1 c chá Bicarbonato de sódio
  • 1 c chá Sal
  • 6 ovos
  • 1 chávena de batata doce cozida
  • 1/2 chávena de azeite
  • 1c sopa Mel
 


terça-feira, 13 de janeiro de 2015

Top Secret

Quase quase a fazer 8 anos que nasceu o meu primeiro amor.... este amor que apenas quem é mãe ou pai conhece.... este amor que nos muda.... e muda o mundo todo à nossa volta... quase a fazer 8 anos que a minha vida mudou para sempre e.... o meu primeiro merece algo muito especial.... como sempre a festa está à espreita, e este ano vai ser bem secreta.... que será que aí vem? Esperam-lhe muitas surpresas e uma casa vestida a preceito... esperemos mais uns dias e veremos .... vai valer bem a espera.... prometo!

quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

iguarias de ano novo 3


Falarei em particular de cada uma delas mas aqui estão as iguarias desta passagem de ano:

Entradas

caracóis de chouriço
 

queijo gratinado
 
tábua de queijos
 
Prato Principal
 
 pizzas (desculpem não tirei fotos na mesa)
 

camarão frito à guilho
 
spaguetti de curgete (que servi com roquefort e camarão)
 
Sobremesas
 
 
tarte de maçã, pedida pelo piratinha Diogo

da mesma massa e recheio fiz mini tartes de maçã uma para cada um um miminho extra para uma noite que iria ser longa... (ficaram tão lindinhas)
 
e ainda um cheesecake delicioso , a receita é a de sempre, foi o papá pirata que o fez, é o seu bolo preferido e o nosso também.




LinkWithin

Related Posts with Thumbnails