quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

o feijãozinho cinzento

hoje vinha no carro a pensar que já sou mãmã há quase 2 anos... e depois lembrei-me que afinal já me sinto mamã há mais tempo... lembrei-me deste primeiro post que escrevi ainda não tinha blog e estava a fazer um diário no meu hi5... lembrei-me que mal sabia eu o que se ia passar a seguir e como toda esta experiência me mudou mais do que alguma vez imaginei...

Estou a adorar ser a tua mamã meu querido piratinha e amo-te cada vez mais :), adoro conversar contigo, rir me contigo, sofro quando tenho que te contrariar e fazer-te chorar... ser a tua mamã mudou a minha vida querido :) obrigada por seres como és !!!!


aqui passo o texto que escrevi há tanto tempo.... quando a mudança começou:

"Pois é amigos, algo me aconteceu....a invasão começou já ha bastante tempo.....começou devagarinho e quase sem dar por ela, mas foi se instalando....a pouco e pouco algo foi mudando... um pensamento... uma sensação... apreensão... preocupação... tristezas e alegrias... uma confusão de sentimentos, dizem que são as hormonas, mas não acredito, é alguém que está a chegar e começa a entrar dentro de mim... a pouco e pouco, no pensamento e depois no meu corpo, à medida que crescia, e se desenvolvia, esse alguém começava a fazer parte de mim....os dias ficaram diferentes, e até o mundo parecia ter mudado, parecia ter tudo parado à minha volta e eu à espera....Quem me conhece sabe o impaciente que sou e o que me custou ter de esperar... então aprendi a esperar cada etapa, todos os dias ia ver como ele estava, ja tem 3 cm .... ja tem braços e até mãos.... já se mexe... já ouve.....Aprendi a esperar cada ecografia como uma chance de espreitar dentro de um mundo escondido e secreto que guardava dentro de mim...ia sempre super enervada porque não sabia o que ia ver... e na 1ª pumba: lá estava 1 feijãozinho cinzento e desfocado.... e 1 coraçãozinho a bater.... que espectáculo.... que emoção .... lá estava eu a sair toda orgulhosa com 1 fotografia de um feijão cinzento com as lágrimas nos olhos ..... a telefonar a meio mundo.... é tão lindo disse eu.... é o meu filho!!!!!"

16 comentários:

Raspas de Laranja disse...

Pois é. Uma sensação única. Comigo foi uma experiencia maravilhosa. Já andava a tentar engravidar há nove meses, e quando fiquei grávida nem queria acreditar. Fiz o teste de gravidez no dia dos namorados, e foi a melhor prenda, em toda a minha vida. Agora já tem 10 anos, e começa a evidenciar a sua personalidade, dando mais dores de cabeça. Mas é mesmo assim. Beijinhos e felicidades.

SusanaG disse...

Lindo, o texto! Cada palavra deste texto demonstra amor e um imenso orgulho de seres a mamã do piratinha! Gostei muito deste post. Beijinhos grandes!

receitasdapiteca disse...

Pois é, ser mãe deve de ser algo muito especial mesmo! :)
Adorei o post!
Bjcas.

Gina disse...

Kláu, mais uma vez fico encantada com seu post. Filho é algo muito especial na vida da gente.
Tudo começa com um feijãozinho... e agora é essa pessoinha maravilhosa aí do seu lado.
Meus filhos já são adultos, mas a lembrança do dia que eles nasceram não me sai da cabeça. E de muitos outros momentos. É bom demais ser mãe!
Finalmente, consegui postar o desafio dos sonhos que você me passou, passe lá.
Grande beijo.

ameixa seca disse...

E pumba... lá veio um piratinha navegar em novas águas :)

Anónimo disse...

Faz no dia 10 de Março de 1975 que fui mãe pela 1ª vez. quando me deitaram porque o meu bebé ía nascer, eu gritei- não! eu quero estar sentada, quero ver o meu bebé a nascer, a enfermeira apoiou as minhas costas, fiz muita força, e uma cabecinha cheia de cabelo apareceu, depois saíu um bracinho, e logo a seguir o outro e puffff o meu bebé estava cá fora, o médico pegou pelos pézinhos, deu-lhe umas palmadinhas e o bebé gritou e com o cordão umbilical ainda a pulsar puseram o bebé em cima de mim, ao mesmo tempo que me diziam é uma linda e perfeita menina, segurei o cordão e o médico cortou-o, mas ficarei ligada a ti para sempre. amada como sempre foste, só poderias ser uma mãe como és. Parabéns querida filha

Mónica Teodoro disse...

Pois é ser mãe é uma das experiências mais maravilhosas que podemos viver, parece que nunca nos cansamos de olhar para eles, embora às vezes nos arreliem mas depois temos o reverso da medalha e vêm dar um beijinho a pedir desculpa.
Ficamos logo todas derretidas e tão orgulhosas.
Beijinhos

Nani disse...

Simplesmente maravilhoso, tá aí uma belíssima demonstração de amor eterno, bjs.

Karla disse...

Oh lindinha nem sei que dizer...eu já tinha lido este teu textinho e vi as fotos da barriga a crescer a crescer a crescer....não te conhecia na altura, mas agora que conheço só te posso dizer uma coisa....és uma mãe fantástica!

Beijinhossssssssss

Emília disse...

Klaudinha que lindo! Eu ainda não tenho filhos, mas cuidei da minha sobrinha por mais de um ano, era só eu e ela, e com ela aprendi o verdadeiro sentido do amor incondicional!
Suponho que o comentário que aparece aqui é da sua mãe, fiquei emocionada com ele.
Beijinhos

Kláudinha disse...

zé, o tempo passa a correr não é' qd falavas parecia ter sido ontem :) bjinhos e mts felicidades :)

susana, é mesmo, o que senti nem consigo expressar bem por palavras, é um amor maior que tudo que cresce de dia para dia :)


piteca, obrigada :) é mesmo magia :)

gina, kerida, lindos sonhos, já vi, e os seus filhos... que bom vê-los crescer não é? ... por um lado queria parar o tempo para ter o meu bebé pequenino ao meu colo... mas por outro...

ameixinha, o pumba... é que foi mais complicado... mas sim... finalmente cá fora prestes a navegar :P

kerida mamã... obrigada... já te disse e volto a dizer que realmente te dou mais valor desde que sou mãe... obrigada por seres a minha mamã e a vó kida :)... não fui eu que lhe disse isso..... o piratinha é que dá os nomes :)
E sabes? nunca senti que o corte do cordão cortasse alguma coisa... sinto me ligada a ele como sempre senti... é o amor mamã... esse não se corta nunca :) bjinhos adoro-te

Mónica, é mm isso... às vezes fico tão irritada mas passa logo com algum miminho... sou tão fraquinha :)

Nani, espero que ele um dia possa ler e sentir como o amo...

karla, não nos conheciamos é verdade, mas agora temos muito tempo para nos conhecermos bem, e com a companhia do piratinha mais lindo do mundo :)
qt à mãe fantástica.... podia ser melhor...

Emilia, amor incondicional sim, uma vez vi 1 reportagem sobre adopção, o amor é igual... não é preciso sair da nossa barriga :) os pais tb amam os filhos como nós e não os "transportaram"... quem sabe 1 dia posso adoptar mais 1 piratinha... eu gostava... vamos ver se passa a crise :P

tuxa disse...

pois é...
sao as melhores coisas k esta vida tem...
parabens a todas as mamas...
passa no meu blog tenho um desafio para ti...
beijos

Margarida disse...

E é tão bom recordar estes momentos!! Parece que foi ontem. A intensidade é a mesma ou.. maior!
Um beijinho grande

Martuxa disse...

Agora já posso dizer que entendo e sinto o mesmo. Acreditas que fiquei a chorar quando li, devo ter as hormonas todas baralhadas ainda! ai ai Já me deu para ter saudades da barriga e tudo!
Cada vez que olho para a Beatriz sinto algo inexplicável, como se a minha vida toda fosse ela. Nunca pensei ser possível amar assim alguém incondicionalmente.
ando completamente babada e nas nuvens, apesar da falta de sono :D

Muitos beijinhos para os piratas!

Kláudinha disse...

tuxa, obrigada pelo desafio :)

margarida, pois é estes momentos não se esquecem...

martuxa, parabéns finalmente!!! eu não te disse? foi ou não foi o momento mais mágico do mundo?? bjinhos para a princesa Beatriz

Luciana Macêdo disse...

Amiga que susto vocês passaram, nem consigo imaginar o desespero de vocês sem saber o que estava acontecendo. Graças ao bom Deus tudo foi um susto.
Os filhos são uma benção, não existo sem eles, mesmo já adultos são meus tesouros e continuo a preocupar-me como se ainda fossem crianças.
Desejo muitas bençãos do Senhor para seu Piratinha.
Bjs!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails