quinta-feira, 27 de novembro de 2014

3 estrelinhas

 
Demorei bastante tempo a digerir a ideia.... aqueles últimos dias foram terríveis e... consegui sempre conter-me e fazer-me forte e explicar aos filhotes que a avó Isabel estava a ficar muito doente... foi com esta mesma frase que lhes contei porque estava a chorar desalmadamente sem conseguir parar.... em vez da verdade..... que não consegui dizer.... voltei a repetir a mesma frase....
 
e assim passaram os dias, e quando estava melhor e mais calma, e já conseguia falar... tive uma conversa séria com o meu Diogo (o David ainda pequeno demais para perceber) e disse-lhe calma, serena e sem chorar:
 
C: "amor quero falar contigo, sabes que te contei que a avó Isabel está muito doente... não sabes?"
D: " sim... sei mãe..."
C: "bem .... sabes que.... " gaguejei um pouco e antes de conseguir articular novas palavras ele disse:
D: " sei mãe.... ela morreu não foi? eu sei...."
aqui não contive as lágrimas 
C: "sabes?"
D: "sei! " a sorrir timidamente e disse de seguida "agora temos 3 estrelinhas no céu"
eu ainda estava espantada por ele saber e perguntei:
C: "3 estrelinhas?"
D: "sim" disse ele novamente a sorrir sereno "agora temos 3, o avô Alfredo, a avó Alice e a avó Isabel"
 
 


Ainda hoje me comovo ao pensar nesta cena, ainda hoje passado mais de um ano, consegui finalmente escrever este post e volto a chorar, comove-me a maneira serena com que ele me disse isto, comove-me a maneira serena com que ele aceitou a sua partida, comove-me o grande que este pequeno ser é......

Obrigada filho

ps: em homenagem a esta conversa e às nossas 3 estrelinhas, fiz esta almofada em retalhos, que guarda os nossos sonhos, principalmente os do Diogo, porque nela adormece vezes sem conta no sofá da sala. As estrelinhas passaram a ter este sentido, e conforta-me saber que no céu estrelado há 3 que são para nós...

Sem comentários:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails